Manchas de Sol: Como Retornar o Tom Natural da Pele

Manchas do Sol

Ultimamente, muito tem se falado a respeito dos raios ultravioletas, e de manchas e outras doenças que podem ser perigosas à pele, como tumores e cânceres.

Quanto mais precoce ocorrerem queimaduras de Sol na vida de uma pessoa, maiores serão os efeitos negativos no futuro. Jovens com menos de 18 anos que vão à praia e não usam filtro solar, poderão ter grandes danos acumulativos no futuro.

Como se proteger do Sol?

Filtro solar com cor de base

A proteção solar é fundamental, e pode ser de diversas formas, não apenas por meio do uso do filtro solar. Hoje também existem os chamados filtros com cor de base, que dispensam o uso de maquiagem e disfarçam pequenas manchas. Enquanto a química presente no filtro impede parcialmente a absorção dos raios solares pelo nosso corpo, a cor com base proporciona uma maior reflexão da radiação solar, compondo então 2 formas de proteção para nossa pele.

Proteção mecânica contra o Sol

Também existe a proteção mecânica, que é aquela utilizada principalmente para bebês, e se traduz no uso de chapéus, guarda-sol, camisetas leves e outros adereços.

Roupas com filtro solar?

Hoje há até mesmo roupas especiais com tecidos com filtro solar, a maioria das coleções de moda e praia já tem na malha essa proteção, muito importante também para atletas, principalmente nadadores e corredores.

Protetor oral contra os raios solares

Existe também o protetor oral, composto por substâncias de efetividade comprovada cientificamente. O protetor oral deve ser ingerido em média 30 minutos antes da exposição solar, dessa forma, protegemos nosso DNA de possíveis agressões da radiação ultravioleta, e das possíveis mutações celulares que poderão ocasionar manchas, rugas e tumores no futuro. Porém, vale mencionar que o protetor oral não impede as queimaduras solares, apesar de ser de fundamental importância principalmente para as pessoas que já têm problemas de pele e para aquelas que têm uma maior sensibilidade à composição química dos filtros solares.

O que a falta de proteção solar pode causar?falta-de-protecao-solar

Manchas benignas, pintas e tumores

No universo das manchas, existem aquelas que são benignas e apenas provocam danos estéticos para a pele, como as pintas ou nevos, e também existem os tumores. As sardas ou efélides se enquadram dentro das manchas benignas, e pessoas de pele clara, principalmente ruivos, tem uma maior predisposição para o desenvolvimento.

Melasma

Os melasmas são manchas mais aprofundadas na pele, e assim como as sardas, também são benignos, apesar de serem categorizadas como uma doença. O melasma corresponde a um distúrbio poderá ocasionar o surgimento de manchas na pele, as quais podem ser originados, por exemplo, por meio da junção de inúmeras sardas, formando um único borrão. São difíceis de tratar, requerem proteção constante, e ocorrem com maior frequência em mulheres, principalmente devido a desequilíbrios hormonais, e mesmo que essas não tomem muito Sol, elas têm uma pré-disposição ao desenvolvimento desse tipo de mancha.

Sarda branca ou leucodermia

Existem também pequenas manchas brancas, muito comuns em pessoas que tomam muito Sol. Quando provocadas pelo Sol, elas são chamadas de melanoses. Essas manchas poderão se tornar tão intensas, que em um dado momento poderá haver perda de melanina, e as manchas acabarão ficando descoradas, sendo chamadas então de sarda branca ou leucodermia. Muitas pessoas têm receio de que essas manchas possam evoluir para o Vitiligo, porém, não há qualquer relação entre essas doenças, o Vitiligo é uma anomalia que pode ser desenvolvida independente de se tomar Sol.

Manchas de inflamação

Manchas de inflamação, ocasionadas frequentemente por frutas cítricas, como o limão, e também o álcool, quando em contato direto com a pele, demoram para desaparecer. Até mesmo desodorantes e perfumes com álcool podem ocasionar essas manchas quando o indivíduo expõe as regiões afetadas à luz solar. Quando manchas de inflamação surgem na região das axilas ou virilha, elas podem demorar períodos extensos de tempo para desaparecer.

Existem vários fatores para causar o escurecimento de regiões mais sensíveis do corpo, como axilas ou virilha. A mulher que se depila com lâmina, e depois passa nessa mesma região um desodorante roll on, acaba agredindo a pele, e o atrito advindo do dia a dia pode provocar um escurecimento gradual nessas regiões. Além de que, pessoas que tenham sobrepeso também têm uma maior pré-disposição para o escurecimento dessas áreas.

Como retornar o tom natural da pele

Para fazer com que a pele retorne ao seu tom natural, não só devemos lançar mão de produtos específicos para essas áreas, como também devemos eliminar os fatores que causam essas agressões, por exemplo, optando por métodos menos agressivos e mais apropriados para depilação de regiões como axilas e virilha.

Os produtos para promover o retorno do tom natural da pele, são geralmente substâncias que têm ativos que promovem o retorno gradativo do tom natural de pele. Deve-se mencionar também que é muito importante uma boa hidratação da pele, e hoje em dia, existem até mesmo desodorantes com fator hidratante.

Comments are closed